Depoimentos

Confira os depoimentos das nano empreendedoras que passaram pelos programas e projetos da Rede Asta.

Na dor, a artesã Ana Lúcia encontrou forças para começar de novo. Com o apoio da Rede Asta, a nano empreendedora construiu o seu negócio e hoje gerencia o grupo Fuxicarte. "Eu sinto que através desse retalho misturado tem uma história de transformação. Isso aqui é renascer, é autoestima, é história real e transformação."

Dona Eunice é artesã e líder comunitária. No lugar onde vive, a pobreza era um grande desafio. Ela se uniu a outras mulheres para fundar uma creche e passou a ensinar as mães a costurarem. “Com a Rede Asta aprendemos a reciclar e reaproveitar materiais para fazer artesanato em grandes produções”. A realidade mudou e a economia local também.

Angela Krugel faz parte do Mãos Brasil, o primeiro grupo que integrou a Rede Asta. No trabalho com jornal, que ensinava às artesãs, uma mudança acontecia, a partir dos objetos e das obras de arte que criavam. Era um processo para além do aprendizado, porque “tudo o que você faz com amor, transforma a sua vida”, afirma Angela.