Visite um dos maiores acervos de artigos têxteis do pais online durante a quarentena

27/5/2020

A costureira e historiadora têxtil e de trabalhos manuais, Nina Sargaço, tem um dos maiores acervos de artigos têxteis do Brasil! Pela página do Facebook Coleção Nina Sargaço – Museu Virtual, você pode ver um poucodos 15 mil itens que ela tem em seu acervo.

Além da curiosidade pelos itens, é interesse acompanhar aevolução das ferramentas, das vestimentas, dos acessórios, dos modos de fazer ede ensinar. Para esse post selecionamos 5 fotos do Museu Virtual:

A primeira são selos de carta bordados nos anos 50 ou 60 em Portugal e na Espanha. De acordo com a publicação do acervo, eles eram desenhados, depois impressos nas gráficas e distribuídos a milhares de mulheres que ganhavam suas vidas bordando-os em casa em suas máquinas de costura domésticas. Tem mais modelos no acervo virtual.

Selos Bordados da Coleção Nina Sagarço

Na foto a seguir há a página de um caderno de uma avó norte-americana que era costureira e que fez roupas especiais para a neta desde bebê até o início da fase adulta. O caderno começa em 1881 e termina em 1915 mostrando a evolução da moda nesse período. Ele é cheio de detalhes e amostras dos tecidos. Aqui tem uma página apenas, mas lá na página do Facebook dá para ver mais modelos e tecidos

Caderno de Costura da Coleção Nina Sagarço

Depois tem uma peça de renda de bilro feita com fios de ouro no século XVIII. No acervo há mais peças como essas e um post mostrando o encontro de uma rendeira atual encantada com essas peças históricas.

Renda de Bilros com Fios de Ouro da Coleção Nina Sagarço

O último é um caderno de rendas finas de crochê do início do século XX. Nele há 432 amostras que estão fotografadas e exposta no perfil da Coleção para quem quiser ver mais.

Cadernos de rendas de crochê da Coleção Nina Sagarço